Política de cookies

A Ricoh utiliza ferramentas de recolha de dados, como cookies, para lhe proporcionar uma melhor experiência ao utilizar este site. Aprenda como alterar estas definições e obtenha mais informações sobre cookies aqui.

Potenciar o mercado das pequenas e médias empresas na Europa

Preparar os líderes de TI de pequenas e médias empresas para o sucesso

A maioria dos líderes de TI tem implementado estratégias de transformação digital há vários anos. Mas a COVID-19 teve um forte impacto em muitas organizações. Embora o trabalho de base desenvolvido pelas equipas de TI tenha sido muito positivo até ao momento, o que é certo é que a pandemia veio revelar os pontos fortes e fracos das suas organizações. 

Agora, têm de disponibilizar tecnologia e serviços que ajudem a minimizar a perturbação da atividade, a melhorar a experiência dos clientes e a apoiar novas formas de trabalhar em segurança. 

Este novo relatório da Ricoh Europe, com pesquisa realizada pela Opinium Research, aborda a experiência dos colaboradores ao trabalharem remotamente durante a pandemia. Identifica as principais tendências e estrangulamentos que as empresas estão a passar. Oferece ainda orientações aos líderes de TI em pequenas e médias empresas, de forma a cumprirem os requisitos dos seus colaboradores e clientes, e a enfrentar o período de incerteza que se avizinha.


Faça download da infografia

Download do relatório

Este campo é obrigatório*


Problemas do trabalho remoto que impedem as pequenas e médias empresas de terem sucesso.

Problemas do trabalho remoto que impedem as pequenas e médias empresas de terem sucesso.

As pequenas e médias empresas estão a ser afetadas pelos custos associados ao trabalho remoto. Os entraves tecnológicos estão a afetar a produtividade, a colaboração e a forma como alcançam resultados em prol dos clientes, tornando ainda mais difícil prosperar após a pandemia. 

Os líderes de TI enfrentam o desafio de prepararem as equipas com as ferramentas adequadas para serem mais eficazes ao trabalharem de forma remota. Um quarto (24%) dos colaboradores de pequenas e médias empresas dizem que não têm as ferramentas para alcançar resultados em prol dos clientes e 27% não têm o equipamento necessário para colaborarem com os colegas. Tal situação não só afeta a produtividade, como também a motivação e o bem-estar do pessoal, tornando ainda mais difícil para as organizações prepararem-se para terem sucesso após a pandemia. 

Se uma organização enfrentar problemas de motivação e de sincronização, desde a gestão do correio até às equipas financeiras e aos gestores de conta, então serão os clientes os principais prejudicados. Esta situação não só contribui para a perturbação de uma organização a curto prazo, como o crescimento da empresa também é afetado em termos mais abrangentes.

Leia o artigo completo