Política de cookies

A Ricoh utiliza ferramentas de recolha de dados, como cookies, para lhe proporcionar uma melhor experiência ao utilizar este site. Aprenda como alterar estas definições e obtenha mais informações sobre cookies aqui.

Líderes empresariais identificam a impressão como um recurso estratégico decisivo para o crescimento e inovação

Lisboa, 25 de junho de 2018 – Os líderes empresariais europeus identificaram as novas tecnologias de impressão como ferramentas fundamentais para a agilidade e inovação. De acordo com o novo estudo levado a cabo pela Ricoh, a maioria das 3150 pessoas inquiridas, encarregadas pela tomada de decisões, comentou que os benefícios derivados da agilidade (77%) e da inovação (69%) são elementos-chave impulsionadores do investimento em novas tecnologias de impressão. Esta é também a opinião de 83% dos líderes empresariais portugueses, onde 150 pessoas foram inquiridas.

Estas conclusões demonstram que as novas formas de impressão se têm convertido em componentes cruciais de estratégias de êxito dos líderes empresariais. O estudo também revela que 69% dos gestores portugueses acreditam que a impressão aportará novos fluxos de receitas e 68% consideram que proporcionará uma fonte de diferenciação competitiva. Estes líderes reforçam esta crença com um compromisso financeiro: 58% já investiram em novas formas de impressão e 32% planeiam fazê-lo nos próximos 5 anos.

David Valero, Sales Director in Major Accounts Ricoh Portugal e Espanha, comenta que: “A ideia de que ‘a impressão está morta’ é totalmente errada. As novas tecnologias de impressão estão a ajudar as empresas a transformar radicalmente as suas operações. Na assistência sanitária, as empresas farmacêuticas estão a fabricar próteses impressas em 3D adaptadas a pacientes específicos. No pequeno comércio, estão a ser fabricados sapatos e desenhos únicos impressos por pedido, reduzindo stock desnecessário. Na educação, os estudantes podem comprar livros com textos personalizados, reduzindo assim os custos e melhorando a aprendizagem. Adicionalmente, permitem, de forma transversal, criar um forte impacto na digitalização dos processos-chave das empresas, frequentemente baseados na utilização de papel”.

Agilidade, personalização e redução de custos

As novas capacidades de impressão estão a proporcionar as bases para melhorias ao nível da agilidade estratégica e da inovação, o que impulsiona uma melhor qualidade e eficácia no trabalho desenvolvido. Neste sentido, 47% dos inquiridos afirmam que adotaram novas tecnologias de impressão que possibilitam a automatização e o desenvolvimento da IA (Inteligência Artificial).

Face às exigências dos consumidores, as empresas estão a modernizar as suas operações de modo a acompanharem as tendências, que incluem custos mais baixos, entregas mais rápidas e uma maior personalização. Os líderes empresariais portugueses revelaram que têm sentido dificuldades para melhorar com eficácia a fidelização dos clientes à marca (32%) e as taxas de aprovação (32%).

Mediante o recurso às novas tecnologias de impressão, as empresas podem transformar a forma como preveem e dão resposta às exigências dos consumidores, reduzindo os tempos de entrega, oferecendo uma maior escolha e diminuindo os custos. Por setores, 60% dos líderes no domínio dos cuidados de saúde utilizam novas tecnologias de impressão para melhorar o diagnóstico e reduzir as taxas de mortalidade. Por outro lado, 53% dos líderes empresariais do setor do retalho estão a investir em impressão 3D.

Valero acrescenta: «As novas tecnologias de impressão permitem às empresas estreitar relações com clientes, responder mais rapidamente às suas expectativas e oferecer uma experiência mais personalizada. 65% dos líderes empresariais acreditam que serão ultrapassados pela concorrência se não investirem em nova tecnologia de impressão, área que se tem revelado uma importante estratégia para as empresas”.

Poderá encontrar mais informações em http://thoughtleadership.ricoh-europe.com/pt/the-future-of-print/.

| Sobre a Ricoh |

A Ricoh é líder em transformação dos locais de trabalho e ao nível da colaboração empresarial, utilizando tecnologias e serviços inovadores que permitem às pessoas trabalhar de modo mais eficaz. Durante mais de 80 anos, a Ricoh impulsionou a inovação e atualmente desenvolve soluções de gestão documental, serviços de TI, soluções de impressão comercial e industrial, câmaras digitais e sistemas industriais. Com escritórios centrais em Tóquio, o Grupo Ricoh opera em 200 países e regiões. No ano fiscal terminado em março de 2018, as vendas mundiais do Grupo Ricoh somaram 2063 milhões de yenes (aproximadamente 19 400 milhões de dólares).

A Ricoh Portugal e Espanha iniciaram a sua atividade há mais de três décadas. Hoje, a companhia, com sede central em Sant Cugat del Vallés (Barcelona), conta com 17 delegações, 2000 profissionais, mais de 100 distribuidores e 50 000 clientes. Existem 3 eixos sobre os quais a Ricoh se debruça no desenvolvimento do seu negócio em Portugal e Espanha: impressoras de escritório, serviços de escritório e a indústria de impressão comercial. Para mais informações, visite www.ricoh.pt


Contactos de imprensa:

RICOH:
Marisa Pinho
Tel: 937 205 520

Correio eletrónico: marketing@ricoh.pt
Página web: www.ricoh.pt
Join us on Facebook: www.facebook.com/RicohPortugal
Follow us on Twitter: www.twitter.com/Ricoh_Portugal
Follow us on LinkedIn: www.linkedin.com/company/Ricoh_Portugal
Follow us on YouTube: www.youtube.com/user/ricohportugal

CANELA PR:
Frederico Raposo
Tel: 960 090 784
Correio eletrónico: fraposo@canela.com